Em um fim de semana, você conhecerá o essencial de Brasília,  a cidade do sonho de Dom Bosco, a filha modernista de Juscelino Kubitschek e Oscar Niemeyer.

Dom Bosco

Em 30 de agosto de 1883, Dom Bosco (o santo italiano fundador da Ordem dos Salesianos) teve um de seus famosos sonhos:

“Entre os graus 15 e 20, aí havia uma enseada bastante extensa e bastante larga, que partia de um ponto onde se formava um lago. Nesse momento disse uma voz repetidamente: – Quando se vierem a escavar as minas escondidas em meio a estes montes, aparecerá aqui a terra prometida, onde correrá leite e mel. Será uma riqueza inconcebível.”

Exatamente na passagem do paralelo de 15º, construiu-se, às margens do Lago Paranoá, a Ermida Dom Bosco, antes mesmo da construção do Plano Piloto, em 31/12/1956.

O Roteiro

Sugerimos um roteiro de 2 dias para se conhecer Brasília com calma para que você possa percorrer os monumentos modernistas da cidade, observando suas curvas e traços. Fique sempre atento ao nosso céu, um mar de cores! Torço ainda para que você dê sorte nos visitar quando os Ipês ou os Flamboyants arrematam a beleza da nossa tão amada Brasília!

Dia 1

Começar o dia na Torre de TV, para ver a cidade do alto, observar suas asas, norte e sul, o lago, o eixo monumental, o parque da cidade. Aproveite para visitar a feira de artesanato e comprar suas lembranças da Capital! Aberta de terça a domingo, das 9:00-19:00.

Logo ao lado, está o Estádio Nacional Mané Garrincha. As visitas ocorrem todos os sábados, das 9:00-11:30.

Estádio Nacional Mané Garrincha

A próxima parada é o Quartel-General do Exército. Destaque para a Praça dos Cristais e para a Concha Acústica. Veja o post especial do passeio clicando aqui.

Seguir para a Catedral Militar Nossa Senhora da Paz. Adiante, está o Memorial JK. E, ao lado, o Museu do Índio.

Memorial JK

Visitar em seguida o Santuário Dom Bosco, um dos cartões postais da cidade.

Seguir para o Templo da Boa Vontade, e visitar a famosa pirâmide, onde você pode recarregar as energias com o maior cristal puro do mundo e ver um museu egípcio e exposições de arte.

Templo da Boa Vontade

Finalizar o dia no Parque da Cidade D. Sarah Kubitschek. Dar uma volta em um dos maiores parques urbanos do mundo, com seus lagos artificiais, parque de diversões, centro hípico, pistas de caminhada, patinação e ciclismo. Há ainda área para churrascos, piquenique, e restaurantes. Alugue uma bicicleta e aproveite. Ver as mil cores que o céu de Brasília ganha durante o pôr-do-sol refletido no lago do parque é inesquecível!

Dia 2

Começar o dia no Museu Nacional Honestino Guimarães, onde sempre tem uma excelente exposição acontecendo. Ao lado, temos a Biblioteca Nacional. Adiante, estão os Ministérios e seus anexos, ao longo de toda a Esplanada dos Ministérios.

Seguir agora para a Catedral Metropolitana de Brasília, o meu monumento favorito. Veja um post especial que fizemos sobre a nossa Catedral.

Catedral Metropolitana de Brasília

Seguir para o Palácio do Itamaraty e fazer a visita guiada, maiores informações aqui, é imperdível.

Antes de descer até a Praça dos Três Poderes,  veja o espelho d’água e a rampa do Congresso. Faça a visita guiada do Congresso Nacional, maiores informações aqui. Do outro lado, o Palácio da Justiça.

Na Praça dos Três Poderes, estão o Palácio do Planalto, que você não pode deixar de visitar agendando aqui, o Supremo Tribunal Federal e o Congresso Nacional. Aos fundos da praça, a Bandeira da República e o Panteão da Pátria e da República Tancredo Neves, aberto de terça a domingo, das 09:00-18:00.

Seguir agora para ver o Palácio da Alvorada, a residência oficial do Presidente da República. As visitas ocorrem apenas às quartas-feiras, das 15:00-17:30, e são agendadas aqui. Mesmo que não esteja em Brasília nas quartas-feiras, a vista da fachada do palácio, com os espelhos d’agua e as emas nos jardins já valem o passeio.

Palácio da Alvorada

Finalizada a visita, é hora de atravessar a Ponte JK, com seus 3 grandes arcos, um dos cartões postais da cidade. Aproveitar e ver o Centro Cultural do Banco do Brasil – CCBB, imperdível com suas concorridas exposições e acervo, com maiores informações aqui.

Ponte JK

Agora, é hora de visitar a Ermida Dom Bosco e apreciar o pôr-do-sol às margens do Lago Paranoá, com Brasília ao fundo.

Ermida Dom Bosco

Finalizar o dia em um dos restaurantes às margens do Lago Paranoá: a Orla do Lago, na entrada da Ponte JK ou no Pontão do Lago Sul, ambos com várias opções para todos os gostos.

 

 

Ficou faltando alguma coisa no nosso roteiro? Deixe um comentário para nós, ou nos envie um e-mail, e conte como foi a sua experiência de Ser Turista em Brasília.

2 Comentários

    • Lúcio Costa Júnior Responder

      Fico muito feliz com sua visita, Vanessa! Tenho certeza de que irá gostar muito da nossa Capital.

Deixe um Comentário