No caminho para Bolonha, fizemos uma rápida parada em Padova, para conhecer a Basílica de Santo Antônio de Pádua. Veja como foi a nossa experiência em Ser Turista nessas cidades encantadoras.

Padova

Chegamos em Padova logo no raiar do dia, para que pudéssemos aproveitar todo o tempo possível da programação.

Nossa primeira parada foi no Museo del Risorgimento e dell’Età Contemporanea, que conta a história da cidade de Padova.

Museu do Ressurgimento da Cidade Contemporânea de Pádua

Em seguida, passamos no Palazzo della Ragione, construído em 1218 e ampliado em 1306 quando ganhou o teto em formato de casco de navio virado, foi a antiga sede do governo e tribunais da cidade.

Em seu interior está o gigante cavalo de madeira, cópia do monumento renascentista Gattamelata, de Donatello.

Seguimos para a praça Pratto della Valle, a maior praça da Itália, em formato oval, cercada por um canal com duas fileiras de estátuas de figuras históricas locais e personalidades históricas.

Pratto della Valle

Ao lado da praça está a Basílica de Santo Antônio de Pádua. Infelizmente, não são permitidas fotos em seu interior, que é riquíssimo e uma visita imperdível.

Finalizamos o passeio em Padova no Duomo. A Catedral é dedicada à Santa Maria Assunta.

Catedral de Pádua

Bologna

Pegamos o trem em Padova e, em menos de uma hora, estávamos desembarcando na estação Bologna Centrale. Fomos caminhando até a Via dell’Independenza que vai até a Piazza Maggiore.

Já no caminho, comecei a fotografar a cidade toda em tons terrosos, cheia de pórticos, torres, gastronomia.

Chegando na Piazza Maggiore, a primeira coisa a se fazer é passar na Bologna Wellcome e pegar os mapas com os roteiros sugeridos para visitação. Na praça, temos o Palazzo D’Accusio, a Salaborsa library, o Palazzo Podestà e o Palazzo Re Enzo.

Visitar a Basílica de San Petronio com seu interior todo em estilo gótico.

Basílica San Petrônio

Visitar agora o principal símbolo da cidade: Le Due Torri (Assinelli e Garisenda). A mais alta, Torre degli Asinelli, tem 97,6m de altura e uma inclinação de 1,3m. A outra, Torre Garisenda, tem 48m e uma inclinação de 3,2m.

Le Due Torri

Voltamos para a estação de trem e seguimos viagem para Florença.

Faltou alguma coisa no nosso roteiro? Deixe um comentário com sua dica de viagem sobre sua experiência de Ser Turista em Padova e Bologna.

 

Deixe um Comentário