A segunda cidade mais povoada da Itália, que já foi capital do Reino no período Napoleônico, tornou-se uma das capitais da moda, da indústria e do design. Em um dia é possível ter uma visão geral de Milão. Vamos?

Começamos o nosso passeio por Milão logo cedo para ver o Cenaculo Vinciano, A Última Ceia, pintada no refeitório da Igreja Santa Maria Delle Grazie. É imperdível! Como os ingressos esgotam muito rápido, garanta o seu comprando online aqui.

Perto dela, está a Igreja San Marurizio Al Monastero Maggiore, com sua fachada simples, esconde em seu interior 4 mil metros quadrados de afrescos Renascentistas, de Bernardino Luini, Leonardo Da Vinci, Caravaggio e Peterzano. É a Capela Sistina de Milão.

San Maurizio Al Monastero Maggiore
Basílica de Sant’Ambrogio

 

Seguimos para ver o Templo Católico mais importante, do Patrono da Cidade, a Basílica de San’Ambrogio. É uma das igrejas mais antigas de Milão, construída entre os anos 379 e 386 DC. A igreja ainda está no nível do solo da época romana, abaixo do nível atual da cidade.

Nela, nove reis foram coroados entre os Séculos 9 e 15.  Napoleão e Ferdinando da Áustria, respeitaram a tradição, visitando a basílica imediatamente depois das respectivas coroações no Duomo de Milão.

 

Nossa próxima atração foi a mais visitada da cidade, o Duomo de Milão, uma das mais complexas construções em estilo gótico da Europa. É extraordinária e subir até o seu terraço para se ter uma visão panorâmica da cidade é uma visita obrigatória.

Il Duomo

Ao lado do Il Duomo está a mega loja de departamentos Il Rinascente, com 7 andares. Destaque para o subsolo reservado aos acessórios para casa e ao último andar, o Restaurant & Food Market. Aberto até às 24h

Na Praça do Duomo, a sua direita, está a entrada da Galleria Vittorio Emanuele, que liga a Piazza do Duomo à Piazza Della Scalla, repleta de lojas de luxo e cafés. Reza a lenda que se você der 3 voltas com o calcanhar direito nos testículos do touro do piso da galeria (símbolo da cidade de Torino), você terá muita sorte na vida. O piso é até desgastado no lugar. Afinal, toda sorte na vida nunca é pouco! Dê os seus giros também!

Atravessamos a galeria e chegamos na Piazza della Scalla. Nela está o famoso Teatro alla Scalla – onde foram consagrados Maria Callas e Giuseppe Verdi. Não há visitas ao seu interior a não ser que seja para ver um espetáculo!

Teatro alla Scalla

Seguimos para o Castello Sforzesco, a residência do Duque de Milão, onde vimos sem pressa seus pátios e jardins. Observamos a fonte da entrada do castelo e visitamos o parque milanês, o Parco Sempione que fica aos fundos.

Castello Sforzesco

Finalizamos o dia na parte moderna da cidade, na Piazza Gae Aulenti, com a famosa Torre Unicredit. Há um supermercado excelente, o Esselunga, no subsolo da praça. A região é repleta de bares, restaurantes e das famosas gelaterias italianas, destaque para a Grom!

Esse foi nosso dia em Milão. O que mais você incluiria no passeio? Deixe um comentário!

Deixe um Comentário