Categoria

Espanha

Categoria

Acompanhe nosso roteiro de 2 dias na capital espanhola, por suas avenidas amplas, largos passeios, muitos museus e parques arborizados.

DIA 1

Chegamos em Madrid no meio da manhã e fomos direto para o apartamento que alugamos no Airbnb e, logo depois do almoço, demos início ao nosso passeio.

Começamos nosso roteiro na Plaza de Cibeles, um dos lugares mais simbólicos da capital, onde vimos a famosa Fonte de Cibeles, dedicada à deusa grega de mesmo nome e os edifícios do final do século XVIII e início do século XX: o Palacio de Buenavista ou Cuartel General del Ejército, o Palácio de Linares ou Casa de América, o Palacio de Comunicaciones e o Banco de Espanha.

Seguimos para a Puerta de Alcalá, uma das cinco portas reais antigas que davam acesso à cidade de Madri, o primeiro arco de triunfo construído na Europa após a queda do Império Romano e que merece ser observada dos dois lados.

Logo em frente, visitamos o Parque del Retiro, o mais famoso da cidade, onde observamos o Teatro de Títeres, a Fonte Galápagos, o Cais e o Monumento Alfonso XII, as várias fontes e estátuas, com destaque para a Fuente del Angel Caído, o Palácio Velásquez e o Palácio de Cristal.

Continuamos nos Jardines de Cecílio Rodriguez, o mais cuidado do parque, cujo nome homenageia seu principal jardineiro. Ficamos maravilhados com as fontes, as pérgulas e trepadeiras, lagos e pavões que passeiam livremente pelos maravilhosos canteiros.

Nossa próxima parada foi o incrível Museo Nacional Reina Sofia que apresenta a História da Arte Contemporânea e tem como principal obra o Guernica, de Picasso.

Saindo do museu, atravessamos a rua lateral e finalizamos o dia na Estação de Trens de Atocha, para ver o maravilhoso paisagismo tropical em seu interior.

DIA 2

Começamos nosso segundo dia em Madrid, logo cedo no Templo de Debod, um presente do Egito aos espanhóis que ajudaram a salvar templo de Abu-Simbel das inundações pela represa de Asuán.

Em seguida, fomos para a Plaza de España, uma das maiores do país, onde vimos a Torre de Madrid, o Edifício España, a Casa Gallardo, o Edifício de la Compañía Asturiana de Minas e o famoso Monumento a Miguel de Cervantes, em destaque.

Seguimos para os Jardines de Sabatini, os jardins do Palácio Real, em estilo neoclássico, que é dividido em 3 terraços e proporciona uma vista linda.

Nossa próxima parada foi o Palácio Real. Ainda no Brasil, compramos nossos ingressos, aqui, e agendemos nossa visita para as 10:00. Visitamos seus vários salões, com destaque para a Escadaria principal, com mais de 70 degraus, desenhada por Sabatini, o Salão do Trono, com o seu magnífico teto pintado por Tiepolo, o Hall of Alabarderos, Gasparini Rooms, a Royal Pharmacy ou a Capela Real, que tem uma magnífica coleção de instrumentos de cordas feitas por Antonio Stradivari, o mais famoso luthier de Cremona. Não é permitido fotografar o interior do palácio após a monumental escadaria.

Continuamos o passeio na Catedral de Nuestra Señora de Almudena, finalizada em 1960, com entrada gratuita, onde vimos seu belíssimo interior e contemplamos sua fachada com inspiração gótica francesa do Século XIII.

Depois, fomos conhecer o Mercado de San Miguel, instalado num edifício de ferro fundido, maravilhosamente restaurado. Foi o primeiro mercado gourmet da cidade, com comida fantástica e preços moderados.

Ao lado do mercado, está a Plaza Mayor, no coração de Madrid. Ela é rodeada por pórticos e construções de três andares, onde vimos a Estátua de Felipe III, de Giambologna. Fizemos a parada obrigatória na Chocolateria San Ginés para provar o mais famoso e tradicional churros espanhol.

Seguimos para a Puerta del Sol, uma das praças mais famosas de Madrid onde vimos alguns dos pontos e edifícios mais significativos da capital, como a Estátua do Urso e do Medronheiro, símbolo de Madrid, o Relógio da Casa de Correios que emitem as badaladas de fim de ano desde 1962 e o Quilômetro Zero, o ponto onde começam as estradas radiais espanholas. Aproveitamos as dicas e compramos nossos souvenires a bons preços.

Finalizamos o dia no maravilhoso Museu do Prado onde pudemos observar, especialmente, “As Meninas”, de Vélazquez, e as obras “3 de Mayo” e “Bosh”, de Goya.

 

 

Faltou alguma coisa em nosso roteiro? Deixe um comentário ou nos envie um e-mail contando como foi sua experiência de Ser Turista em Madrid.